quarta-feira, 13 de junho de 2012

Luz no fim do túnel?

Há pouco mais de um ano eu escrevi um texto que falava sobre "mudança". Uma faxina de tudo, de roupa, de jeito, uma mudança interior. Isso foi no sentido de mostrar que experimentar algo novo pode ser bom. Li uma frase que interpreta um pouco esse meu texto (que, aliás, está aqui) e ela diz assim "se você não perguntar a resposta será sempre não, se não der o primeiro passo você nunca sairá do lugar". E é por aí mesmo.

Segui meus próprios conselhos e mudei muitas coisas. Percorri caminhos diferentes, saí da rotina, escutei novos cantores, abri os ouvidos para outros estilos (muito embora eu goste de quase tudo), experimentei novos pratos, tracei novas metas e resgatei o sonho de conhecer novos lugares, sempre.

O que ganhei com tudo isso? Eu rio mais, coisa que sempre gostei e tinha esquecido, adoro estar entre amigos e procuro aproveitar o tempo com eles, mudei de emprego e isso reacendeu a paixão por minha profissão (escolhida aos 12 anos). Hoje vejo um novo sentido nas coisas. Descobri meu talento para imitar as pessoas...rs...

Vivo sem pressa, mas com a ansiedade de sempre. O que depende de mim eu resolvo. O que depende de outra pessoa eu tento aguardar (senão resolvo por ela...rs).

Então, hoje, termino com a frase final do texto citado acima:
"No mais, fazendo essa faxina e arrancando as páginas que não te servem, o melhor da história ainda está por vir..."

Nenhum comentário: